Como pensar Recursos Imagéticos a seu favor?

Depois que entendemos o que são signos, como são lidos e como funcionam, fica mais simples utilizarmos desse recurso.

Recursos são ferramentas que auxiliam ao contar uma estória. Existem recursos narrativos para artes escritas e recursos imagéticos para artes gráficas e visuais.


Mas como utilizar de recursos imagéticos? Como criar uma composição imagética?


Essa é a questão: como criar uma composição imagética? Nesta você definirá os elementos que, juntos, contarão uma história. Uma obra completa em que se encontram diversas camadas pois foi planejada muito antes da execução. Com símbolos, cores, tonalidades, expressão corporal quando se tem um sujeito, posição de objetos de acordo com perspectiva.


Absolutamente tudo em uma imagem quer dizer algo, quer você queira ou não. Então, use com sabedoria os recursos para que eles contribuam ao objetivo.


Assim como escrever um conto, você precisa pensar em algumas coisas antes de contar a história.

Qual o personagem?

Onde ele se encontra?

Qual o propósito dele?

O que ele está fazendo?

E mais importante de tudo: qual momento você quer retratar?


Digamos que você quer retratar a angústia. Antes de fotografar, pintar, esculpir, você precisa definir o que é angústia e como ele se expressa na sua vida. E nestes casos eu sempre vou falar sobre a ‘sua vivência' pois você é único e a sua vivência que será capaz de criar algo autoral, que apenas você é capaz.


Existem infinitas formas de expressar um sentimento, então darei 2 exemplos distintos para o proposto. A angústia pode ser tanto: uma pessoa se afogando em alto mar sem bóia, navio ou terra próxima; ou pode ser alguém preso em uma caixa minúscula tão apertada que é desconfortável, sem uma maneira de sair, sem entrada de ar.

Em ambas situações lemos a angústia nas feições, na linguagem corporal, nas cores, e ainda sim são ambientes opostos. Um em que não há chão, teto, paredes, nada no que se segurar e o outro tem tudo que falta no anterior, mas fechado demais.


Enquanto estar em alto mar pode significar liberdade, horizonte, pode significar solidão. Tudo depende de como você cria a composição imagética. Como esse personagem conversa com o ambiente: ele parece calmo flutuando ou está se debatendo e afundando? O horizonte está a que nível? Vemos o céu? E abaixo da água, tem peixes, tubarão, golfinho, o vazio?


Então as etapas básicas são Planejamento - concepção, produção de figurino, objetos, local, logística… Inclusive busca de referências

Execução - fazer do planejamento uma realidade.

Pós-produção - a edição, caso seja parte do processo.


Obras profundas costumam ser pensadas em diversas camadas, desde o planejamento até a pós-produção.


Afinal, se a arte é uma expressão do artista, o que você tem pra expressar? Qual história você quer contar?


12 views0 comments

Recent Posts

See All